Grifes recomendadas x não recomendadas

quarta-feira, setembro 07, 2016



Ooooi!

Uma dúvida que sempre aparece aqui nos comentários e nos grupos de tight lacing é se tal grife é recomendada ou não. Você sabe como são criadas essas listas de recomendação?

O tight lacing não é brincadeira: é uma modificação corporal SÉRIA que pode trazer problemas para a pessoa que não a realiza de forma responsável. E nisto estão inclusos:
  1. Consulta aos médicos angiologista e ortopedista ANTES de encomendar seu corset, e realizar os exames: doppler das pernas e raio-x da coluna, para identificar problemas que impeçam o uso do corset;
  2. Corset feito sob-medida, com estruturação completamente específica, barbatanas compatíveis (não é 'de ferro') e tecido reforçado para o treino diário;
  3. Exercícios diários para fortalecimento da musculatura abdominal e lombar desde o primeiro dia de uso do corset (se possível começar quando encomendar para já estar acostumada a eles quando receber o corset);
  4. Realizar o seasoning da peça conforme é orientação das mais antigas e experientes e também da grife;
  5. Acompanhamento com médico angiologista e ortopedista, pelo menos anualmente, para verificar se o corset não está lhe dando ou agravando algum problema de saúde.
  6. Utilizar o corset com sabedoria: em caso de dor ou desconforto prolongado parar o uso e procurar um médico para verificar sua situação.
Enfim, vender um produto que não atende as especificações básicas necessárias para o treino de redução de cintura é uma coisa MUITO séria gente. E as grifes que estão nas listas de recomendação seguem estes preceitos de vender um produto adequado e de confiança para suas clientes, além de prestar atendimento pré e pós venda de forma clara e sem enrolação. Como disse AQUI as boas marcas são aquelas que não buscam só vender a torto e a direito, e sim aquelas que se preocupam de verdade com a qualidade do produto e com a qualidade de vida que a usuária do corset terá após a compra, afinal comprar uma peça para modificação corporal que será utilizada no seu dia-a-dia não é o mesmo que comprar um par de brincos ou uma bolsa.

E as não recomendadas? Bom, as não recomendadas são aquelas que vendem corseletes com nome de corset, que não prestam atendimento adequado e transparente, que não enviam o produto comprado ou não devolvem o dinheiro em caso de cancelamento no prazo estipulado em lei (compras na internet podem ser canceladas em até 7 dias úteis).

Os problemas gerados por tais grifes são relatados em diversos locais: desde uma mensagem no inbox pedindo ajuda porque a pele está machucada devido ao uso do corselete que foi comprado como corset, grupos de tight lacing e claro, no Reclame Aqui. Uma grife em especial tem tirado o sono das lacers mais experientes e que já viram todo o tipo de reclamação sobre a bendita, que inclusive já trocou de nome para fugir de clientes e processos. E falando em processo, esta mesma grife teve a coragem de vir por e-mail me ameaçar de processo caso eu não retirasse um COMENTÁRIO meu aqui no blog em que respondi a uma leitora se recomendava a tal grife ou não.

E por que esta grife me ameaçou? Porque eu simplesmente disse a verdade que todo mundo que pesquisou realmente o que é um corset próprio para Tight Lacing sabe: o péssimo histórico da grife em questão. Em nossa troca de e-mails ficou combinado que não teria mais o nome desta grife por minha parte aqui no blog, porém conforme a própria dona da loja disse quem quiser pode vir me perguntar no inbox do facebook, direct do instagram ou mesmo me mandar um e-mail que eu digo claramente quem é a grife. 

Enfim, basta uma simples pesquisa em grupos voltados à prática ou mesmo no Reclame Aqui e poderão ver que eu não estou inventando história ou querendo difamar qualquer grife, pois é óbvio que eu NÃO RECOMENDARIA uma grife que causa qualquer transtorno aos seus clientes e que, pior ainda, não busca mostrar melhora em suas "confecções". Coloquei confecções entre aspas pois já foi enviado pela loja corseletes vindos do aliexpress, ou qualquer loja chinesa/japonesa que vende essas tranqueiras, com o nome de corset e causou revolta nas clientes. E bom, eu não sou obrigada a recomendar ninguém certo? Acho que o mínimo que uma grife que quer apagar seu péssimo histórico deveria fazer é acertar os erros e MELHORAR seus processos.

Se você meninx não sabe a diferença entre um xing-ling e um corset próprio para Tight Lacing clica AQUI e corre pra ver se não está levando gato por lebre.

Ah! E atenção: quer saber se a grife que você andou pesquisando é confiável? Veja se ela está nessa lista aqui: GRIFES RECOMENDADAS. Se ela não estiver, de duas uma: ou é desconhecida nos grupos de TL ou não tem bom histórico. Na dúvida pode me perguntar, que a gente dá um jeito de responder sem rolar processinho tá?

Outra coisa que geralmente chama a atenção e faz os olhinhos dos inexperientes brilharem é o preço dos tais 'corsets'. DESCONFIEM de lojas que vendem em 735783297563578 parcelas, que tem o preço muito baixo ou prazo de entrega muito curto. Em média um corset básico para Tight Lacing demora de 20 a 30 dias para ser confeccionado, e custa a partir de R$250. O negócio é que as bonitas já viram que o preço de um "Madame Sher", por exemplo, é elevado e estão colocando os preços lá nas alturas tentando dizer que tem alguma qualidade, quando na verdade não tem.



Posts Relacionados

0 comentários

PINTEREST